VIRTURA EM CAMPO VIRTUAL DA DINÂMICA COSTEIRA,NORDESTE DA FLÓRIDA.

-

Página 1

VIRTURA EM CAMPO VIRTUAL DA DINÂMICA COSTEIRA,NORDESTE DA FLÓRIDAJoann MossaDepartamento de GeografiaUniversidade da Flórida


Página 2

ONDE ESTAMOS INDO?No NE da Flórida (Flagler eCondado de St. Johns, ao sul deSanto Agostinho), iremos visitarMatanzas Inlet, Marineland,e Washington OaksGardens State ParkSe você tem o Google Earthsoftware (download grátis emhttp://earth.google.com),você pode digitar estesLocalizaçõesIremos primeiro visitar o nortelado da entrada para compararo lado do oceano e olado da lagoa da ilhaAs enseadas são lugares divertidos para visitarporque eles são muitodinâmico1324St. Johns Co.Flagler Co.Matanzas InletMarineland

-ad-


Página 3

PARQUE AQUI E VÁ SOBRE OPASSEIO DAS DUNAS À PRAIAEste é um DOQQ infravermelho colorido de 1999 (digital orto quarter quad)Vegetação densa e saudável parece vermelhaX


Página 4

∎ Tão verdadeiro!∎ Vá para umdesenvolvidopraiasempassarelasno GoogleTerra (talcomo DaytonaPraia ouForteLauderdale)e lávai ser muitomenosvegetação.ESTE É O PRIMEIRO SINAL DOPASSEIO PARA A PRAIA

-ad-


Página 5

ESTA FOTOGRAFIA AÉREA OBLÍQUA DEA ENTRADA ESTÁ NO WALKWAY(O CÍRCULO VERMELHO MOSTRA ONDE ESTAMOS)

-ad-


Página 6

Esta parte dopassarela é orientadaperpendicular à praia.A passarela é elevada parapermitir migração de dunase adição de novosedimento pelo vento (eólico)atividade.A vegetação causa ovelocidade do vento para diminuirperto da superfície da terra,que por sua vez causa oareia para cair desuspensãoA vegetação também mantémareia de duna no lugar, portanto,promove a estabilidade das dunas emjeitos diferentesVEGETAÇÃO DO VENTOINTERAÇÕES


Página 7

A passarela então vira paralela à praia. O primárioduna ou duna anterior na frente da passarela é geralmente a parte mais altada barreira, mas há outras cristas atrás dela.

-ad-


Página 8

MINERAIS PESADOS NA AREIAAreia se refere a umtamanho particular desedimento com umdiâmetro entre1/16 mm e 2 mm.O dominantemineral na praiaareia na Flórida équartzo. É maisresistente aintemperismo do quea maioria dos minerais.Quartzo é claro parana cor branca. Algunsoutros mineraisparece preto emcomparação. Essessão minerais pesados(mais denso que quartzo)e ajudar a mostrarmergulhando na duna.Minerais pesados ​​deantigos depósitos de praia emFlórida central sãosendo extraído para usoem tintas e outrosprodutos.


Página 9

BEACH-DUNEINTERAÇÕESVocê vê a escarpa (declive acentuado, diferencial de elevação) na frentedas dunas?A escarpa se forma quando as dunas sofrem erosão durante as tempestades. Osedimento das dunas ajuda a praia a se recuperar das tempestadesPara que as dunas se formem, é necessário que haja uma força (ventos de suficientevelocidade), fonte (areia da praia) e local (ilha suficientemente larga).A construção / uso do solo pode impactar negativamente a duna da praiainterações.(Para sua informação … a escarpa também pode ser vista no Google Earth, que melhorretrata a erosão de tempestades recentes)


Página 10

OBSERVANDO A EROSÃO EDEPOSIÇÃO∎ Quais evidênciasestá lá deerosão nestefoto? (dica:você vê umporção doescarpa?)∎ Quais evidênciasde deposição?(dica: olhe paraa grade dea passarela)


Página 11

DUNADEPOSIÇÃO∎ A duna émigrando paraa passarela emesmo estabilizadocom vegetação.Embora não seja ideal,a passarela aindapermite paratráfego de pedestres.


Página 12

SAND STREAMERS ONUM DIA DE VENTO∎ Essas listras brancasorientado obliquamente paraa praia (não amarcas de pneus) são areiastreamers. Além dissoconhecido como areiacobras, serpentinasrefletir espacial eagrupamento temporalde vento soprado na areiamais sedimentarsuperfícies. Esses sãoprovavelmente governado porvariações internasna superfície próximacampo de vento.


Página 13

ONDAS E DISJUNTORES∎ As ondas são formadas em águas profundas e chegam à costa.Sua altura é influenciada pela velocidade do vento, duração do vento,e buscar (distância através da qual o vento sopra).∎ À medida que se movem para águas mais rasas, eles mudamdireção (tornando-se mais paralela à costa), ondaa altura aumenta, o comprimento diminui e eles quebram. Ocentro da fotografia mostra um martelo demolidor.


Página 14

AS ONDAS QUEBRAM NA ÁGUA RASAhttp://en.wikipedia.org/wiki/Image:Shallowater.jpg

-ad-


Página 15

A SURF ZONE E SWASH∎ A zona de surf fica em direção à costa das ondas que quebram.O aumento da água após a quebra da onda nofrente inclinada do praia é conhecida como swash.


Página 16

SWASH E BACKWASH∎Swashfará com que areia e outras partículas leves sejam transportadas praia acima .A direção do swash varia com o vento predominante, enquanto o bIsso pode causar uma deriva litorânea (movimento de sedimentos paralelopara a costa) à medida que o sedimento se move em um padrão de ziguezague.SWASH, BACKWASH E LONGSHORE DRIFThttp://en.wikipedia.org/wiki/Image:Longshoredrift.gif


Página 17

∎ Ondas quebram conchasem menorfragmentos, geralmentetamanho da areia e maior.∎ Shell dá a praiaum mais laranja-marromcor, contrastando oquartzo branco / castanhoareia perto e dentroas dunas.SEDIMENTOS DE PRAIA


Página 18

MATANZAS INLET∎ Areia não vegetadaé facilmentetransportado porprocessos dinâmicos(ondas, vento,marés ecorrentes)∎ Entradas normalmente sãomais dinâmicodo que a maioria da costaáreas porquemuitos dessesprocessos operam∎ Vamos agora verificarfora da parte de trás doilha perto destaentrada∎ Desta foto,qual lado tem umpraia mais ampla?

--
-

Página 19

LADO DA LAGOA:AS COISAS SÃO DIFERENTES AQUILagoasatras dobarreirailhas sãogeralmentelongo eestreito.Na Flórida,estes têmfoi chamado“Rios”(MatanzasRio,indianoRio, etc.),mas lagoaé maisapropriado,universalprazoObserve comoas ondassão mais baixosdevido amenorbuscar

-ad-


Página 20

SHORELINES CURVADOS NA INLET LAGOONSEm praias sedimentares,a linha costeira é paralelapara as ondasNa entrada, sedimentotroca devido às marése as correntes de maré são umprocesso importanteMais depoimentos acontecemdo lado da lagoa,porque o inferiorenergias causamsedimentos a cair desuspensãoDeposição perto doentrada pode produzir umlinha costeira curva, comoaparece nesta foto


Página 21

DUNAS NO LADO DA LAGOA∎ Veja a que distância as dunas estão da lagoalitoral … esta praia é muito mais estreita


Página 22

COLETANDO UMA AMOSTRA DE SEDIMENTOS DOLAGOA∎ Com certeza parece escuro naquele balde!


Página 23

VAMOS DESCARREGAR E DIVULGAR PARA VER SEÉ DIFERENTE!∎ É mais escuro(mais orgânicoassunto deváriosorigens)∎ É mais fino (temmuito mais lodoe argilaassociadocomdeposição emmenor energiadefinições)


Página 24

BARRA∎ Esta barra exposta ema maré baixa está aparecendoa natureza dosedimentos da lagoa∎ Mais fino (mais turvo),mais orgânicos,refletindo mais baixoenergia

-ad-


Página 25

RIPPLES INAREIA ECONCHA∎ Essas ondulações emareia e conchafragmentos mais próximos dea entrada (verponte emfundo) foramcriado pela marécorrentes durante ummaré alta recente


Página 26

AQUI ESTÁ A PONTE DE MATANZAS:POR QUE A CLASSE CRUZOU A ENTRADA?∎ Para chegar ao outro lado, é claro!


Página 27

ESTA É MARINELAND, LOCALIZADA A ALGUNS MILHASSUL DA ENTRADAVocê percebe algo interrompendo o movimento da areia?Esta imagem também é de 1999 … muita coisa aconteceu desde entãoVerifique as imagens mais recentes se puder


Página 28

VAMOS VER ESTA ÁREA DO CHÃOAs rochas paralelas à costa são um revestimento de rip-rapO revestimento protege a infraestrutura (edifícios, etc.), mas inibeformação de dunas e interação praia-dunaAs rochas perpendiculares à costa (mais ao sul ou atrás) são virilhasEles podem prender um pouco de areia, às custas de locais de descidaAmbos foram colocados aqui na tentativa de reduzir a erosão


Página 29

VAMOS PESQUISAR “MARINELAND REVETMENT”∎ Quem fez isso?∎ Departamento de Meio Ambiente da FlóridaGabinete de Proteção de Praias e Sistemas Costeiros∎ Quando?∎ Concluído em 2001 (após a imagem infravermelha)∎ Por quê?∎ Proteja o histórico oceanário Marineland … láera um revestimento de coquina antes deste que eradestruída por altas ondas e marés do furacãoFloyd em setembro de 1999∎ Feito de quê?∎ O artigo diz granito (mas alguns são claramentegranito metamorfoseado ou gnaisse). Cada pedrapesa 2-4 toneladas.∎ Quanto?∎ custou mais de $ 6 milhões

-ad-


Página 30

MARINELAND REVETMENT∎ O revestimento não permite dunas de praiainteração, especialmente porque não há dunas!


Página 31

CONTRASTE AS ROCHAS NESTA FOTO∎ A coquina é laranja-marrom, uma rocha sedimentar,feito de fragmentos de concha cimentados∎ O granito / gnaisse é cinza, branco, preto e rosafeito de quartzo, feldspato e outros minerais∎ VOCÊ consegue ver a diferença?


Página 32

PRAIA DE CONCHA E COQUINA:WASHINGTON OAKS GARDENS STATE PARK, FLMais uma parada para conferir a coquina em Washington OaksGardens State Park (lado do oceano), alguns quilômetros mais ao sulEste parque estadual também tem uma passarela de dunasVocê está curioso sobre isso?Eles são ilhas despojadas dedragando oIntracoastal Waterway.


Página 33

SEDIMENTOS DE PRAIA CONTRASTANTES∎ Esta praia (foto à esquerda) é dominada por conchasfragmentos e parece mais laranja-marrom na cor∎ Compare com a praia visitada anteriormente (foto à direita),que foi dominado por areia de quartzo


Página 34

CONTRASTEPRAIAS∎ Compare areiacor∎ Compare a largura dezona de swash (usepegadas no topoe varas de pescano fundo paraescala)∎ Qual praiaparece mais íngreme?

-ad-


Página 35

CONTRASTES DE PRAIA E DUNE-BEACHINTERAÇÕESA inclinação aqui é mais íngreme do que a praia mais arenosa (a conchafragmentos são maiores do que a areia, e praias comsedimentos têm encostas mais íngremes)Por causa da praia mais íngreme, as ondas quebram perto da costaA duna é menor, assim como a escarpa … a atividade eólica é menorsignificativo, pois há menos fonte (areia mais fina e seca) e oa proteção que as dunas fornecem (armazenamento) para recuperação de tempestades é menor.Assim, há menos interação entre a praia e a duna aquigeral do que o primeiro site.


Página 36

DE ONDE TODO O SHELL VEM?∎ Esta grande rocha coquina está sofrendo erosão atualmente.No passado, havia muito mais disso.


Página 37

VAMOS CLOSE-UPOLHE A COQUINA∎ Sedimentarpedra feita deconcha cimentadafragmentos∎ Corrói de volta parafragmentos de conchapara praia∎ Usado para fazerfortes próximos(Matanzas,Castillo de SanMarcos)∎ Usado na costaestruturas taiscomo revestimentose virilhas vistasem slides recentesRecantos erodidos


Página 38

É HORA DE IR PARA CASA, MAS VAMOS REVERO QUE APRENDEMOS ANTES DE IRNovos termos: eólico, minerais pesados, escarpa, fetch, swash, backwash,lagoa, revestimento, virilha, coquina, mais!Conceitos:∎ Papel duplo da vegetação na configuração das dunas∎ Interações e trocas praia-duna, importância deprotegendo dunas de danos∎ O tamanho do sedimento depositado reflete o nível de energia∎ Tipos e fontes de sedimentos nas praias da Flórida∎ Vários processos operam simultaneamente na costa (ondas,ventos, marés, correntes induzidas por ondas, correntes de maré, humanosimpactos e muito mais!). Tempestades causam mudanças dramáticas em resumoperíodos de tempo.Habilidades:∎ Interpretação da paisagem∎ Interpretação de fotos aéreas

---

Solicite mais informações

avatar
  Subscribe  
Notify of