Se você procura um lugar calmo e com muitas praias, Paraíba é o lugar certo

Sem resorts nem lugares badalados, o litoral da Paraíba permanece vastamente desconhecido dos brasileiros de outros Estados. E não é por falta de belezas naturais (não espalhe, mas João Pessoa tem praias urbanas mais bonitas que as de Natal).

Só muito recentemente, com a oficialização da praia de Tambaba como reduto de nudismo, é que a Paraíba voltou a chamar a atenção da imprensa de viagem.

Mas é tudo tão incipiente, que João Pessoa ainda pode ser catalogada como um destino exótico. João Pessoa é uma pequena Maceió que escapou à indústria do turismo, preservando suas praias de azul muito claro para seus moradores e veranistas habituais — a maioria vinda de Campina Grande, o centro econômico da Paraíba, 130 km para o interior.

Cidade tranqüila, quase sonolenta, João Pessoa é o avesso daquela propaganda de Denorex não parece, mas é uma capital de Estado O visitante mal chega a perceber que a cidade tem um centro, já que ele fica bem distante da praia.

Quase tudo (hotéis, restaurantes, casas noturnas) se concentra de poucos quarteirões, do final da praia de Cabo Branco até Tambaú (onde fica o cartão-postal da cidade, o equivocadíssimo Hotel Tropical Tanibaú).

Fora da praia, a cidade só tem uma atração: um pequeno trecho do centro histórico (o bairro do Varadouro) que foi restaurado e tem uma tímida vida noturna. Ao norte de Tambaú fica o bairro residencial de Manaíra (onde fica o shop-ping da cidade) e, depois dele, as praias preferidas no fim de semana: Bessa, Intermares (já no município vizinho de Cabedelo) e Camboinha.

Ao sul de Tambaú fica Cabo Branco — a praia mais popular da cidade — e a Ponta do Seixas, ponto mais oriental do Brasil. A novidade da orla sul é a conclusão da PB 008, que agora liga João Pessoa a Tambaba pela costa, em apenas 25 quilômetros (antes dava um trabalhão: era preciso sair da cidade e pegar a BR 101).

Estrela de todas as matérias sobre o litoral paraibano, Tambaba é a mais selvagem das praias do município de Conde. Regulamentada pela prefeitura como praia de nudismo, virou ponto de romaria de turistas, que são levados até lá com a promessa de que vão ver gente pelada.

Vão ver nada: a entrada à praia é controlada por uma associação naturista que só deixa entrar quem realmente tira a roupa; os grupos chegam, espiam da ‘porta’ da praia (no final de uma trilha) durante 30 segundos e voltam.

O engraçado é que as praias da região — e mesmo a parte não-nudista da Tambaba — são muito bonitas, com falésias, coquei-rais e pedras, e não precisariam do elemento ‘voyeurismo’ para ser visitadas.

Existem projetos de instalar resorts em Lucena (ao norte de João Pessoa, passando o rio, num trecho selvagem porém de mar feioso) e Barra do Gramame (perto da região de Tambaba). Se você quer conhecer o lugar antes das massas, a hora é já.

1
Solicite mais informações

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Jaira clea Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Jaira clea
Visitante
Jaira clea

Pretendo ir depois do Carnaval.
Estou a procura de algum pacote para 3 idade.